Levantamento completo: gastos com diárias do prefeito de Sousa ultrapassam R$ 130 mil

Nos dias 18, 19, 20 e 21 de fevereiro de 2019, pouco antes do Carnaval, o prefeito de Sousa, Sertão da Paraíba, passou três dias em Brasília e um em João Pessoa. Na capital do Brasil, Fábio Tyrone Braga de Oliveira (PSB) participou de compromissos no gabinete do deputado federal José Wilson Santiago (PTB), e na capital paraibana, assinando contratos.

Três meses depois, em 06, 07, 08 e 09 de maio, o gestor sousense retornou ao gabinete de Wilson Santiago, só que desta vez, todos os dias da viagem foram aproveitados em Brasília para tratar de assuntos de interesse do município de Sousa.

Esses são apenas dois exemplos de viagens feitas por Fábio Tyrone, custeadas pela Prefeitura, através de recursos do contribuinte sousense. Além das diárias, o salário mensal dele atualmente é de R$ 16.622,10.

Diárias do segundo mandato

2019 2018 2017 Total
R$ 34.241,77 R$ 29.420,00 R$ 32.998,73 R$ 96.660,50

Nos últimos três anos de seu segundo mandato, o governante já viajou (com tudo pago pela edilidade) 52 vezes a Brasília e a João Pessoa. O custo total dessas idas e vindas se aproxima dos R$ 100.000,00. Para ser mais exato: R$ 96.660,50 (noventa e seis mil, seiscentos e sessenta reais e cinquenta centavos). Confira os empenhos no final desta reportagem!

Diárias do primeiro mandato

2012 2011 2010 2009 Total
R$ 5.230,00 R$ 10.912,80 R$ 10.912,80 R$ 8.774,92 R$ 33.453,79

Somados os sete anos de governo, as despesas com diárias chegam a R$ 130.114,29 (cento e trinta mil, cento e catorze reais e vinte e nove centavos).

Os dados foram informados pela equipe administrativa da Prefeitura local e alimentados no Sistema Sagres, do Tribunal de Contas da Paraíba (TCE-PB).

Leia mais: Mantida condenação de acusado de matar homem a pauladas na cidade de Sousa

Os meses em que foram utilizados mais recursos para pagamento de diárias consumidas por Tyrone foram dezembro de 2018 (R$ 9.013,29), fevereiro de 2019 (R$ 7.213,27) e fevereiro de 2017 (R$ 6.012,65).

Os dados do TCE-PB mostram ainda que os destinos das últimas viagens do gestor sousense em 2019 foram iguais às das primeiras do ano: três dias em Brasília e um em João Pessoa, nos dias 03, 04 e 05 de novembro, com um custo total de R$ 4.206,96, empenhado e pago no dia 13 de dezembro.

Primeira gestão

Os gastos com diárias em 36 meses de seu segundo mandato são até agora, praticamente quatro vezes maior que o valor total utilizado pelo prefeito em sua primeira gestão. De janeiro de 2012 a dezembro de 2016 (48 meses), Fábio Tyrone recebeu a quantia exata de R$ 33.453,79 (trinta e três mil, quatrocentos e cinquenta e três reais e setenta e nove centavos). Para se ter uma ideia, esse valor ainda está abaixo das despesas apenas do ano de 2019.

Comparação com André

No meio dos mandatos de Fábio Tyrone, a “Cidade Sorriso” foi administrada pelo prefeito André Gadelha Neto (MDB), cujas despesas com diárias atingiram praticamente a metade do valor utilizado pelo atual prefeito em sua segunda gestão. No comparativo, André Gadelha gastou R$ 51.076,38, entre janeiro de 2013 e dezembro de 2016.

Empenhos dos últimos três anos

Diárias de Fábio Tyrone – 2017
Diárias de Fábio Tyrone – 2018
Diárias de Fábio Tyrone – até novembro de 2019

Leia também:

Acidente de moto deixa uma pessoa morta na região de Sousa 

Comparado a Sérgio Cabral, Ricardo Coutinho teria recebido propina do Bradesco e da Alpargatas

VÍDEO! Conselheiros tutelares de Sousa são empossados para mandato de quatro anos