Prefeituras de Sousa e região contabilizam 5 mil funcionários públicos. Gestão Tyrone II detém 48% do total e Marizópolis impressiona pela quantidade de comissionados

Localizada no Alto Sertão da Paraíba, a região polarizada por Sousa possui nove municípios e uma das principais fontes de renda ainda é o serviço público. Neste contexto o Blog do Levi preparou um levantamento acerca da quantidade de pessoas que dependem deste tipo de emprego ou o associa a outras atividades.

Através de dados repassados pelas próprias Prefeituras ao Sistema Sagres do Tribunal de Contas até abril deste ano, vê-se que na soma de todos os municípios existem 4.950 empregados públicos, sendo 3.129 efetivos, 725 contratados, 714 comissionados, 310 benefícios previdenciários, 66 eletivos e mais outras 6 funções de confiança.

Para se ter uma ideia, na segunda gestão Fábio Tyrone (PSB) em Sousa existem 2.390 servidores, o que representa 48,28% do total em toda região. O DAESA tem 51 servidores, a Secretaria de Saúde conta com 907 e os demais órgãos acumulam 1.432 funcionários.

Também chama a atenção a quantidade de servidores comissionados em Marizópolis. São 229 pessoas indicadas pela confiança do prefeito José Lins Braga (Zé de Pedrinho – PSDB). Ao todo são 487 servidores, ou seja, fora Sousa, é a Prefeitura com maior número de funcionários.

Ainda integram o balanço da folha de pessoal, 316 funcionários em Aparecida, 271 na cidade de Lastro e 314 no município de Nazarezinho.

Santa Cruz tem 272 funcionários, São José da Lagoa Tapada apresenta 361 e Vieirópolis 308.

O município de São Francisco conta com 231 trabalhadores, configurando-se como o menor número de empregados públicos.